7 passos para tornar o ano de 2019 bem sucedido

Tempo de leitura: 3 minutos

7 passos para tornar o ano de 2019 bem sucedido

Infelizmente o ano de 2018 não foi como eu gostaria que tivesse sido. Não consegui realizar todas as metas que estabeleci em 2017. Algumas eu acabei desistindo. Mas mesmo estando com aquela sensação de fracasso, gostaria de compartilhar com você alguns passos para que o nosso ano de 2019 seja melhor do que esse que está acabando.

1 – Reflita sobre o que deu certo e o que não deu certo

Antes que o ano acabe, tire uma horinha para fazer isso. Questione-se como você chegou a este ponto. Se seu ano foi produtivo, o que causou essa produtividade? Novos hábitos? Aprendeu a dizer “não” para aquilo que tira o seu foco? Se você foi improdutivo, como você permitiu que isso acontecesse? Manteve os mesmos hábitos? Disse “sim”para tudo aquilo que tirava o seu foco?

Para ter um ano bem sucedido é preciso entender por que as coisas acontecem de determinadas maneiras.

2 – Quem foi a pessoa que mais me influenciou positivamente?

Quem em sua vida foi a melhor influência que você teve nesse ano? Quem foi aquela pessoa que te ouviu com paciência? Quem foi a pessoa mais empática? Que te ensinou mais? Saiba que essas são as pessoas com as quais você deve priorizar mais tempo em 2019.

3 – Quem foi a pessoa que mais me influenciou negativamente?

Com certeza você deve ter se deparado com aquela pessoa que tornou sua vida mais difícil. Alguém que não te deixa progredir, que dificulta você a alcançar os seus objetivos? Talvez você precise se afastar delas em 2019, mas se não for possível, esteja ciente de quem são essas pessoas e em quais circunstâncias elas dificultam as coisas de acontecerem.

4 – Quais foram as minhas desculpas mais usadas? 

“Eu não tenho tempo!”, “Ai, que preguiça!”, todos nós usamos a nossa longa lista de desculpas quando não podemos fazer algo. Mas se temos tempo pra assistir a nossa série favorita na Netflix, sair para jantar com os amigos, fazer happy hours, isso significa que temos muito tempo. Então, para o seu próprio bem, tire um tempo e pergunte-se: quais são as minhas desculpas favoritas? E livre-se delas.

5 – Quais projetos me trouxeram mais satisfação? 

O que mais tenho visto por aí são pessoas exercendo funções completamente diferente daquelas em que se formaram na faculdade. Isso acontece porque muitas pessoas gostam de trabalhos que lhe tragam alguma aprovação externa, um bom salário ou alguma outra forma de “sucesso garantido”. Mas e a nossa satisfação pessoal? O que você disse que ia fazer este ano, para ser feliz, mas de alguma forma não teve como escapar da massacrante rotina em que vivemos?

6 – Defina metas realistas

Você não pode simplesmente acordar e dizer: “a partir de hoje não serei mais impaciente!” Mas você é. E esse mau hábito não será resolvido imediatamente. É preciso definir pequenas metas para que você alcance essa mudança. Que tal começar a ter menos impaciência com pequenas coisas do dia a dia? Concentre-se nisso por algumas semanas, pratique diariamente, use isso como um lembrete para o seu subconsciente e com certeza você deixará de ser uma pessoa impaciente.

7 – Corra riscos

E aqui eu não estou falando sobre correr riscos de vida, ok? Estou querendo lhe dizer que você nunca vai se tornar a pessoa que deseja ser, continuando a ser a pessoa que você é atualmente. Parece meio clichê, mas o único jeito de crescer é sair da sua zona de conforto. Esteja disposto apenas a assumir esse risco, saltar do conhecido para o desconhecido ou você ficará para sempre exatamente onde está.

Resumo

A mudança não é algo que você faz alguns dias e depois faz uma pausa nos outros dias. Reinventar-se é uma arte. É um processo. Jamais será uma solução rápida. É preciso uma prática constante, dedicação diária, até que você perceba que ser quem você quer ser, não precisa mais ser um esforço consciente.

Júlia Audi

Master Coach, escritora, empreendedora e radialista.
Júlia Audi

Últimos posts por Júlia Audi (exibir todos)