Você não cresce se não sofrer

Você não cresce se não sofrer

4 minutos Quando olho para esse grande espelho chamado vida, fica impossível de perceber que na sociedade contemporânea e no mundo capitalista onde nós vivemos: não podemos errar. Nos mostram constantemente o significado da frase: “você não cresce se não sofrer.” Somos considerados máquinas programadas para funcionar sem dar defeito. E por falar em máquinas, ontem, estava assistindo a um vídeo sobre a robô Sofia (se ainda não assistiu, clique aqui) em que ela diz que quer destruir nós, os humanos. É engraçado porque Continue lendo

Você também sofre da síndrome do impostor?

Você também sofre da síndrome do impostor?

2 minutos Ontem, conversando com um amigo, ele me disse que a maioria das pessoas estão sofrendo por causa da síndrome do impostor. Sabe aquela foto sorridente que foi postada nas redes sociais, mas que na vida real a pessoa está completamente destruída? É fake. Impostora. Relaxa, porque todos nós, de alguma forma já fizemos isso também. Vivemos numa sociedade em que o importante é fazer a roda continuar girando. E assim vamos nos desumanizando, sedentos pelos jogos vazios dos “likes” e “shares”. Estava Continue lendo

Dia dos pais é dia dos filhos também

Dia dos pais é dia dos filhos também

5 minutos As diversas fotos com pais na minha timeline do Facebook indicam que o Dia dos Pais chegou. Mas algo me chamou atenção: a quantidade de pessoas que não parabenizam seus pais, mas agradecem às suas mães por terem desempenhado duas funções durante toda a vida. São as famosas “pães”. Eu também tenho uma “pãe”. Infelizmente, ainda vivemos uma dura realidade em que os homens se envolvem muito pouco na criação e educação dos próprios filhos, isso quando eles assumem esse papel, né? Acontece Continue lendo

Morte: ela jamais será o fim!

Morte: ela jamais será o fim!

3 minutos “A Juliana morreu! A Juliana morreu!” Foi assim que recebi a triste notícia da morte de minha irmã, às 22h30, no dia 23 de julho de 2016. Passei boa parte da minha vida – e ainda passo – evitando a morte. Sempre pedi pra Deus me levar antes de qualquer pessoa da minha família, mas não foi assim que Ele quis. A morte é uma coisa estranha e incompreensível. Ficamos ainda mais indignados quando ela chega para pessoas jovens ou para aqueles Continue lendo

Gays: tenha muito medo de se aproximar deles

Gays: tenha muito medo de se aproximar deles

9 minutos Semanalmente tento compartilhar aqui, neste site, fatos diários (ou passados) que aconteceram comigo, o meu desejo é apenas o de transmitir experiências que me marcaram e o que eu aprendi com estes acontecimentos. Acontece que, às quatro da madrugada, de hoje, eu fiquei sabendo da triste notícia do falecimento de um colega gay de minha cidade natal. Não consegui mais dormir. Ainda estou aqui tentando entender o que, para nós, não tem explicação: a morte. Jamais quero transformar o fatídico caso em Continue lendo

O que eu aprendi depois de dois anos solteira

O que eu aprendi depois de dois anos solteira

4 minutos Não posso acreditar que já se passaram dois anos! É tempo bastante, mas parece que foi ontem que eu terminei com aquele grande Amor e agora decidi compartilhar o que eu aprendi depois de dois anos solteira. Outro dia fiquei muito brava com um colega que tentou condicionar minha felicidade ao meu estado civil. É impressionante o quanto isso está incutido na nossa sociedade. Talvez seja a hora de pararmos de pensar que só porque a pessoa está solteira não significa que ela Continue lendo

3 anos sem beber: o que aprendi, onde errei e como será o futuro

3 anos sem beber: o que aprendi, onde errei e como será o futuro

11 minutos Muitas pessoas tiveram a oportunidade de ouvir ou ler um pouco sobre a minha história, seja pessoalmente, através de vídeos, artigos, livros  (ah, sim, dia 29/06/2017 será lançado um livro onde compartilho um pouco sobre a minha história) ou posts no Facebook. Ontem eu lembrei que, neste mesmo dia, três anos atrás, foi a última vez que eu tomei um porre. Hoje estou há 3 anos sem beber. Decidi escrever este texto depois da repercussão do que aconteceu com o ator Fábio Assunção. Continue lendo